St. Patrick’s Day: as origens do Dia de São Patrício

Por Natalia Henning
Bar irlandês no Dia de São Patrício

Wherever you go, whatever you do, may the luck of the Irish be there with you!

Dia 17 de Março muitos países de todo o mundo celebram o St. Patrick’s Day, o dia do santo padroeiro da Ilha Esmeralda. Para os irlandeses, o Dia de São Patrício é a maior das celebrações, dedicada aos duendes, à sua cultura e ao trevo. Mas esta festa não se limita à Irlanda: de Munique a Chicago, o mundo inteiro torna-se verde, os bares enchem-se e as pessoas celebram nas ruas!

Hoje, queremos contar-lhe um pouco sobre as origens deste feriado tão adorado, que iremos celebrar com um copo de bom whisky irlandês!

Quem era São Patrício?

Antes de mais, sabia que o verdadeiro São Patrício não se chamava Patrício? Segundo o mito irlandês, o nome original do santo era Maewyn Succat, mas ele mudou-o para Patricius depois de se ter tornado padre. De acordo com reconstruções históricas, Maewyn Succat nasceu na Bretanha romana no século IV e, aos 16 anos, foi raptado por piratas, que o venderam como escravo na Irlanda. Durante este tempo, o rapaz aprendeu a língua celta.

Alguns anos mais tarde, o nosso herói fugiu e regressou à Grã-Bretanha, onde foi nomeado bispo. No ano 432, regressou à Irlanda como missionário e tornou-se conhecido por difundir a leitura e a escrita através das ordens monásticas que fundou. Além disso, influenciou a legislação irlandesa e a cultura a favor das mulheres, dos pobres e dos escravos, e introduziu os pagãos celtas irlandeses no cristianismo. Provavelmente a lenda mais famosa sobre São Patrício é a da explicação da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) através das três folhas do trevo.

Nos séculos que se seguiram à morte de Patrício, a mitologia que rodeou a sua vida moldou a cultura irlandesa. Dia 17 de Março, o dia do falecimento do santo (em 461), tem sido celebrado como um feriado religioso há mais de 1.500 anos.

São Patrício
MUSEU DE HISTÓRIA DO MISSOURI, WIKIMEDIA COMMONS DOMÍNIO PÚBLICO

Origens do famoso desfile do Dia de São Patrício

O primeiro desfile oficial do Dia de São Patrício não teve lugar na Irlanda, mas na América. Há três pontos nos Estados Unidos que precedem o primeiro desfile irlandês do Dia de São Patrício, que teve lugar em Waterford em 1903: St Augustine, Boston e Nova Iorque.

Segundo o historiador Dr. J. Michael Francis, o desfile mais antigo do mundo do Dia de São Patrício teve lugar em Março de 1601 em St. Augustine, na Florida. Os habitantes da cidade reuniram-se e marcharam pelas ruas para honrar o santo, que nessa altura era considerado o protector dos campos de milho da localidade.

Em Boston, São Patrício já era celebrado antes do século XVIII. Contudo, o primeiro desfile só teve lugar a 17 de Março de 1737, quando a comunidade imigrante irlandesa se reuniu para celebrar a sua pátria e honrar a memória do santo padroeiro da Irlanda.

Finalmente, o primeiro desfile em Nova Iorque ocorreu a 15 de Março de 1762 no Bowling Green em Lower Manhattan. Antes disso, o Dia de São Patrício era um feriado católico celebrado apenas com uma missa dedicada. No entanto, por amor ao seu país, os soldados irlandeses do exército britânico desfilaram em honra do seu santo padroeiro. Hoje, o desfile do Dia de São Patrício de Nova Iorque é um dos maiores do mundo: desde 1762, cerca de 250.000 participantes desfilaram a pé pela 5ª Avenida. Patinetes, carros ou outros veículos modernos não são permitidos.

Dia de São Patrício na Irlanda

O Dia de São Patrício ganhou importância através dos esforços da Liga Gaélica (Conradh na Gaeilge). A Liga foi fundada em 1893 por Eoin MacNeill com o objetivo de promover a utilização do idioma irlandês na vida quotidiana (Athbheochan na Gaeilge) e de contrariar a progressiva anglicização do país.

O trevo, um símbolo nacional

Embora o Dia de São Patrício fosse celebrado na Irlanda desde o século IX, só se tornou feriado oficial em 1903, por iniciativa da Liga Gaélica, que organizou o primeiro desfile em Waterford. Enquanto no passado as pessoas celebravam o 17 de Março assistindo aos cultos da igreja e vestindo um trevo, agora realizavam-se desfiles e procissões por todo o país. A semana inteira foi declarada ‘Semana da Língua Irlandesa’ e foram organizados bailes e concertos tradicionais para assinalar a ocasião.

Porém, o Dia de São Patrício, tal como o conhecemos hoje, só surgiu em Dublin em meados da década de 1990. Em 1996, o dia foi oficialmente transformado num festival, que inclui outras atividades culturais e de entretenimento para além do desfile.

Dia de São Patrício em todo o mundo

Hoje, as celebrações e desfiles do Dia de São Patrício têm lugar principalmente nos Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda do Norte, na ilha caribenha de Montserrat e nas províncias canadianas de Terra Nova e Labrador.

Por exemplo, na Alemanha, o desfile mais impressionante é o de Munique. Em honra do santo, casas e ruas são decoradas com as cores nacionais irlandesas: verde, branco e laranja.

Também Chicago sofre da febre verde. Aqui, desde 1962, os residentes celebram o Dia de São Patrício pintando o verde do rio da cidade. Os monumentos brilham em verde e muitas pessoas usam um trevo, o símbolo da Irlanda, nas suas roupas ou pintados nos seus rostos. O vestuário típico consiste de um fato verde, uma barba laranja e uma cartola.

O rio de Chicago no Dia de São Patrício
O rio de Chicago

Depois de lhe ter contado um pouco sobre as origens do feriado, tudo o que resta é brindar à boa sorte! Veja a nossa seleção de whiskies e… sláinte!

Tradução original do artigo: Saint Patrick’s Day: Ein Stück Geschichte der irischen Tradition.

Tambien te puede interesar

Deixe um comentário