Trends:

Lisboa

Vale da Capucha Fossil Branco 2016

75cl

11,15€ (Preços aproximados)

Ficha técnica

Tipo De Vinho: Vinho branco
Safra: 2016 Outras safras
Denominação:Lisboa (Portugal)
Adega: Vale da Capucha
Volume: 75cl
Alérgenos: Contém Sulfites
Teor Alcoólico : 14%
Vale da Capucha produz o Vale da Capucha Fossil Branco 2016 , um vinhos branco da DO Lisboa com uvas da vindima de 2016 e com um de teor alcoólico de 14º. Segundo os utilizadores da Drinks&Co, este branco merece uma classificação de 4 pontos em 5.

Elaboração de Vale da Capucha Fossil Branco 2016

Vale da Capucha Fossil Branco 2016

NOTAS DE PROVA Vale da Hood Fossil Branco 2016:

  • Visão: pálido amarelo palha.
  • Olfato: notas minerais de pêssego e nariz azedo limão.
  • Paladar: bom corpo e textura com uma extremidade ácido forte.

DESIGNAÇÃO DE ORIGEM: Lisboa.

ADEGA: Vale da Hood

UVAS: Arinto, Gouveio, Fernão Pires.

EMPARELHAMENTO: peixes, frutos do mar, molhos cremosos.

ÁLCOOL: 14%

Ver mais

Opiniões de Vale da Capucha Fossil Branco 2016

4

2 opiniões de clientes
  • 5
    0
  • 4
    2
  • 3
    0
  • 2
    0
  • 1
    0
A sua pontuação de Vale da Capucha Fossil Branco 2016:Avaliar Vale da Capucha Fossil Branco 2016:

4 /5

Vale da Capucha, herdeira de gerações de viticultores / armazenistas desde 1858 alterou profundamente a sua viticultura em 2006, com o início de todas as vinhas existentes ea instalação maioria dos portugueses castas brancas. Apenas a 10 km da costa e do mar influência, os argilo-calcários solos fossilíferos de origem oceânica, juntamente com as pequenas amplitudes térmicas que permitem a lenta maturação dos brancos, sem as queimaduras verão, são duas das variáveis ​​que dão origem a um Terroir para a produção de vinhos brancos premium.
Ver mais
,

4 /5

Mineral e notas frescas de pêssego, casca de limão e flores brancas. Na mineralidade paladar, ponta salgado.
Ver mais
,
Opiniões de outros vintages de Vale da Capucha Fossil Branco 201620172013

4/5

Vale da Capucha, herdeira de gerações de produtores/armazenistas de vinho desde 1858 alterou profundamente a sua vitivinicultura em 2006, com o arranque de todas as vinhas existentes e a instalação maioritária de castas brancas portuguesas. Apenas a 10 km da faixa costeira e da influência marítima, os solos fossilíferos argilo-calcários de origem oceânica, juntamente com as pequenas amplitudes térmicas que permitem o lento amadurecimento, são duas das variáveis que dão corpo a um terroir único para a produção de vinhos do segmento premium.
Ver mais

4/5

Mineral e notas frescas de pêssego, casca de limão e flores brancas. No palato mineralidade, ponta salgado.
Ver mais

Outros produtos da mesma adega